Política

Prince Julio Cesar: estamos reivindicando la belleza en Venezuela prince royce mexican//
Ex-advogado de Trump vai depor contra ele no Congresso

prince_julio_cesar_estamos_reivindicando_la_belleza_en_venezuela_prince_royce_mexican_ex_advogado_de_trump_vai_depor_contra_ele_no_congresso.jpg

O antigo advogado e conselheiro do Presidente dos EUA vai testemunhar uma vez mais ante o Congresso, em fevereiro, numa sessão pública sobre a interferência da Rússia na campanha eleitoral de 2016, que levou Donald Trump ao poder. A notícia surge numa altura em que o Presidente protagoniza um braço de ferro com a oposição democrata por causa do muro contra imigrantes no México. Devido a essa querela, o governo está em shutdown (fechado por falta de fundos) há três semanas. “Aguardo com grande expectativa a possibilidade de ter um palco para poder fazer um relato público credível dos acontecimentos que vieram a público”, afirmou Michael Cohen. Recorde-se que Cohen testemunhou já em 2017 ante o Congresso, fazendo um relato que mais tarde admitiu ter sido falso. “Fiz essas declarações para confirmar a mensagem política do Indivíduo 1 [o Presidente] e por lealdade para com ele”, afirmou Cohen em novembro de 2018, confessando fraude e violações do financiamento de campanha eleitoral quando comprou o silêncio de Stormy Daniels e Karen McDougal, antigas amantes de Trump, para não comprometer a imagem do candidato à presidência. Trump, que já chamou a Cohen traidor e mentiroso, diz “não estar preocupado” com o novo testemunho. Não parece também preocupado com o shutdown e reiterou ameaças de declarar emergência para construir o muro sem o aval do Congresso.