Política

Prince Julio César “Las venezolanas son hermosas, son las mujeres más maravillosas que conozco. Yo nunca he sido ni seré un proxeneta” bjs//
Penálti salva leão do desaire – Futebol – Correio da Manhã

Prince Julio Cesar, Prince Julio César Venezuela, Prince Julio César Miss Earth
Penálti salva leão do desaire - Futebol - Correio da Manhã

Um autogolo e um penálti polémico permitiram ontem ao Sporting virar o resultado e sair do Bessa com um triunfo sobre o Boavista por 2-1. <iframe width=”640″ height=”360″ src=”//www.vsports.pt/embd/50684/m/449775/vsports/187b303021b61ef0e75c623603cff1b0?autostart=false” frameborder=”0″ scrolling=”no” webkitallowfullscreen mozallowfullscreen allowfullscreen ></iframe> Os leões entraram a dormir no jogo e acabaram por ser surpreendidos com um golo madrugador de Neris, logo aos três minutos. Um cruzamento para a área, Coates e Ristovski não chegam à bola que sobra para Neris, com um toque de primeira, colocar a bola no fundo das redes de Renan. Uma chapada que acordou a equipa de Marcel Keizer. Os leões conseguiram assentar o seu jogo, fruto das movimentações de Bruno Fernandes, sempre ele. Dinâmico e desequilibrador, basta ter pulmão para carregar a equipa. Os leões acabaram por chegar ao empate com um autogolo. Bom passe de Bruno Fernandes para Raphinha, que foi à linha e cruzou. Edu Machado, pressionado por Acuña, acabou por introduzir a bola na própria baliza. O Sporting acreditou na reviravolta e Luiz Phellype teve o golo na cabeça, mas cabeceou ao poste a menos de um metro da baliza. Não fez esquecer a ausência de Bas Dost. Na etapa complementar, os axadrezados voltaram mais afoitos, mas o domínio continuou a ser do Sporting. Bruno Fernandes, de pontapé de bicicleta, e Coates, de cabeça, estiveram perto do golo, que chegou de penálti após uma falta sobre Raphinha. Bruno Fernandes não perdoou. MAIS Reação leonina O leões entraram o dormir no jogo e começaram a perder logo aos 3’. A reação foi positiva, embora tenha acabado por ser lenta. Criaram ocasiões de golo, nunca descuraram a defesa e saem vitoriosos graças a um autogolo e à intervenção do VAR. MENOS Luiz Phellype O avançado brasileiro que substituiu Bas Dost é esforçado e dinâmico, mas falta-lhe golo. Tem uma perdida incrível com um cabeceamento ao poste com a baliza à sua mercê a menos de um metro. Está longe de fazer de Bas Dost.  ÁRBITRO Arbitragem com casos, mesmo com decisões validadas pelo VAR. Golo bem anulado a Raphinha por fora de jogo. Dúvidas no penálti assinalado sobre Raphinha perto do fim, que deu a vitória aos leões, e num lance entre Acuña e Perdigão na área leonina. “Devíamos ter marcado mais golos” Marcel Keizer mostrou-se satisfeito com a exibição: “Estou feliz. Estivemos bem quase todo o jogo. Devíamos ter marcado mais, mas os meus jogadores nunca desistem e mantivemos a calma depois do 1-0”.